quinta-feira, 29 de maio de 2014

CARDIGAN "SECRET GARDEN" em crochet irlandês. Fotos do processo.

Boa tarde amigas e seguidoras, como tem estado vocês?? 
Produzindo muito, suponho...rsrs...Eu tenho produzido também. Mas infelizmente também sempre muito enrolada aqui em casa com a pequena na escola entre outras coisas que acabei deixando meu bloguinho querido de lado.
Andei produzindo e postando no facebook.
Quero mostrar pra vocês uma das peças que tenho trabalhado ultimamente e confesso que já tem outra "cliente" na fila que diz que quer um igualzinho e com a borboleta atrás. Minha filhotinha Taináh.
Espero que vocês gostem e que possamos seguir juntas aqui, tentarei não abandonar meu bloguinho e trazer sempre novidades.

1 - Motivos escolhidos e prontos!


2 - Desenhar o padrão em papel e passar para o tecido ou outro material escolhido. Decidir tentar o plástico, já que vi a idéia em um vídeo de uma bordadeira de Renascença. Mas no caso dela o plástico era grosso e encorpado, eu encontrei um fininho na loja de festas e vamos ver no que vai dar a experiência. Contarei no final...rsrs...


3- Escolhido a modelagem da peça, traçado no papel, hora de passar para a base escolhida. (usei toalha descartável de plástico para festa) 


4- O motivo central escolhido para o trabalho foi uma borboleta vintage de 1912. Ela pode ser encontrada nesse livro antigo de Crochet Irlandês número 2, mas também já existe o gráfico dela em uma edição da Revista Duplet!
Abaixo a borboleta antes e depois da montagem. A minha ficou pequenina em relação ao padrão. Provavelmente pela agulha e número do fio que usei para tecer.

5 - Comparação das rosinhas menores que usei na peça em relação a uma moeda!

6 - Abaixo, hora de montar os motivos no local escolhido para eles. No caso eu criei um padrão para meu cardigan, depois é só alinhavar tudinho, para ficar firme no devido lugar, dessa forma terei mais comodidade e conforto para tecer as redinhas ao redor sem me preocupar que os motivos estão movendo. Principalmente nesse caso em que o trabalho tem um design específico e não aleatórios é fundamental os motivos estarem alinhavados.


7 - Trabalhando a redinha preencendo assim os espaços entre os motivos.


8 - E o trabalho vai tomando corpo.


9 - Abaixo você vê o andamento já bem avançado, e preste atenção num detalhe MUITO IMPORTANTE. A redinha não chega no limite onde deverá estar a união entre ombros e cava. Porque não haverá costura. Para ficar mais natural e mais bonito as redinhas deverão encontrar-se aí na hora da união.  Você poderá ver com melhor claridade posteriormente.



10 - Segue avançando.



11- A redinha chegou quase ao limite do motivo principal das costas. Aqui fui deixando para depois já que as redinhas serão um pouco diferentes.

12 - Hora de fazer a redinha ao redor da borboleta. Nesse caso usei a redinha com nozinhos para dar um diferencial do restante do trabalho.

13 - Abaixo você nota que já está preenchido ao redor da borboleta, ficando apenas a parte de cima, que deverá ser feito quando os ombros estiverem unidos para que a redinha da parte superior se una com a borda que foi usada. 

14 - Abaixo, o cardigan já terminado a parte do corpo. Nesse ponto é hora de costurar o molde nos ombros para dar continuidade nas redinhas que irão unir as partes da frente e costas, bem como a finalização das costas com a borda do casaco. 

15 - Veja o detalhe do ombro costurado, agora é só seguir com as redinhas ao redor dos motivos unindo ambas as partes. 

16 - Nesse ponto você confere a borda já no lugar. Agora é só dar seguimento e finalizar essa parte do casaco. O próximo passo será trabalhar as mangas para uni-las à cava onde também será costurada ao molde e a união entre ambos no crochet será feito por meio das redinhas. 

AGUARDEM MAIS FOTOS ATÉ A FINALIZAÇÃO DO CARDIGAN.

Sejam bem vindos!!! Welcome! Sean bien venidos!!!

Peças delicadas em crochet feitos por mim e idéias genias de revistas e outras artesãs.

Visitantes pelo mundo!